06/04/2019

A Terapia Familiar é para a minha Família?

Será que família é se baseia apenas em “papai, mamãe e titia”?

Como diria nosso estimado grupo Titãs, com a música intitulada “Família”, “família vive junto todo dia, nunca perde essa mania” mas e quando ela se torna disfuncional, causando desequilíbrio entre os componentes  e tendo como conseqüência discussões, separações, vítimas, isolamento e lágrimas?

Afinal, o que garante o funcionamento do ciclo de vida familiar?

Ao lado da necessidade de manter-se estável, a estrutura familiar precisa ser flexível. É basicamente quando a família amplia-se nos padrões rígidos criados por ela mesmo e produz novas maneiras de viver. O conflito surge quando as restrições e engessamentos surgem, e os conflitos tornam-se constantes.

Quando procurar por um terapeuta familiar?

No interior de uma família iremos encontrar subgrupos dos pais, esposos, filhos e irmãos. Cada um destes subgrupos possui uma tarefa específica. Por exemplo:

Na tarefa do subgrupo dos pais, além de caber ao responsável saber diferenciar os filhos de modo individua, reconhecendo suas preferências, medos, tipos de carinho, entre outros, é importante que nesta posição o responsável assuma a postura de reflexão, desenvolvimento e aprendizagem com relação à empatia, características psicológicas de cada sexo, sentimentos, inveja, ciúme, respeito, e etc.

Na tarefa do subgrupo dos filhos, o apoio mútuo do brincar e competir com os irmãos faz parte do processo de sustentação de existir. No contato com os pais é comum que os filhos ao regressarem das escolas surjam com novos conhecimentos e queiram demonstrar a eles tudo que aprendeu. Quando estas crianças começam a adquirir idade, a relação com as hierarquias passam a mudar pois os níveis de conhecimento são aprimorados, e os questionamentos sobre determinadas regras ganham voz.

Cada subsistema possui uma delimitação própria, ou seja, existem hierarquias e espaços que pertencem a cada um. Estas configurações variam de acordo com a época, sociedade e cultura que estão inseridos, afinal, a família brasileira é diferente da islâmica, e assim por diante.

É importante que você perceba que as diferenças existem em diversos níveis, e que cada indivíduo ocupará o sistema social de acordo com suas composições genéticas, temperamental, histórica e etc. Em outras palavras, cada ser vivo possui o seu modo de perceber a vida de acordo com suas experiências de vida mediante ao seu biopsicossocial e espiritual. Entretanto, quando não há espaço para que conversas possam ser elaboradas, que a sensação de pertencimento de suas funções não correspondem mais ao núcleo familiar e manejo em lidar com mudanças emperra, algum membro desta família irá somatizar estes conflitos e irá manifestá-los através de mudanças nos comportamentos, quase sempre negativos.

Este é um dos motivos pelos quais as famílias buscam por profissionais da área da saúde mental com o intuito de se reorganizarem e diminuir os atritos que se tornaram, agora, disfuncional.

O que é família disfuncional?

Quando não há mais organização no sistema e as funções dos representantes se perdem, a interação destes subsistemas se perdem, levando para o externo todos os conflitos. É comum que os filhos passem a não render mais na escola, ou que rendam ao máximo para ganhar a atenção dos pais, é comum que os pais durante as discussões não observem a presença dos filhos no meio deles, ou que haja uma separação e que os pais passem então a abusar dos filhos para prejudicar a vida do ex-cônjuge, entre outras infinitas possibilidades.

O papel do terapeuta em terapia familiar?

O papel do terapeuta nos atendimentos é extremamente complexo porque a procura por auxílio acontece em um ápice insuportável de brigas. No sentido mais amplo, a comunicação é o ponto central da terapia, onde cada um possuirá sua oportunidade de fala. O profissional precisa estar atento à postura de todos constantemente pois as mensagens acontecem pelas trocas de olhares, posicionamento perante a fala do outro, tendo a possibilidade das emoções se intensificarem conforme as falas são expostas. Deste modo, a interação entre cada um definirá o relacionamento entre todos e o profissional precisará perceber os padrões típicos das regras deste sistema, das reações e redundâncias na utilização da linguagem.

Caso você esteja passando por situações assim com sua família, busque ajuda!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Terapia Online

Minha prática envolve o acolhimento, cuidado, respeito, além da comunicação ativa tornando a sessão dinâmica e permitindo, assim, um espaço para o cliente falar sobre seus projetos de vida, sua busca pelo autoconhecimento e dificuldades encontradas no percurso.
AGENDAR SESSÃO
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram